Este é o 10º artigo da série: 10 Dicas Para Um Bom Armazenamento De Tecidos

 

O conteúdo deste post não é uma coisa tão fundamental, quanto os outros que lhe apresentamos nesta série. Mas é uma medida simples para aumentar a acurácia[1] do seu estoque.

No armazém, ou almoxarifado não há transformação de produto, ele deve entrar igualzinho ao que saiu. Então o que diferenciaria um rolo de tecido, uma caixa de aviamento, ou outro material que estivesse entrado de um que estivesse saindo? Nada, talvez uma etiqueta, ou algo assim. Então para quem está recebendo ou expedindo é difícil segregar.

Se acontece recebimento e expedição no mesmo local na mesma hora, há grande chance de um material que deveria sair voltar para o estoque ou de um que ia entrar sair sem querer. Os modernos armazéns são construídos em formato “Cross-Docking”, onde de um lado chega a mercadoria e de outro ela é expedida. Se você puder ter isso na sua operação, excelente, mas se não puder uma medida mais simples pode ser separar em horários diferentes as chegas e saídas.

 

Não consegue imaginar em como fazer isso? Ligue para a gente. Vamos adorar te ajudar a encontrar uma solução.

[1] Acuracidade de estoque é uma medida, na escala de 0 a 100% onde quanto maior o número melhor é a gestão do inventário. É dada pela equação: